Vestígio (Teatro do Bolhão, Porto)

| by | Blog | 0 comments:

Vestígio, coreografado e dirigido por Joana Providência, leva-nos numa viagem a Trás-os-Montes através da objectiva do fotógrafo Georges Dussaud.  Juntando bailarinos e actores, as fotografias são expandidas e dançadas em palco, num “constante diálogo entre a imagem projetada e a sua relação com os intérpretes numa espécie de contracena”. Fortemente ligados, corpos e fotografia prolongam-se, diluem-se e desdobram-se, transportando o público “para o pulsar da vida, para os rituais e para as paisagens”, vestígios de uma vida e de histórias que já não existem e ficaram suspensas no tempo através da câmara do fotógrafo francês.

O espectáculo que estreou em Bragança, já passou por Vila Real e Porto, tendo agendada uma apresentação em Ponte de Lima, no final de Janeiro.

Fotografias: GEORGES DUSSAUD
Direção: JOANA PROVIDÊNCIA
Intérpretes co-criadores: ANTÓNIO JÚLIO, DANIELA CRUZ, JOÃO VLADIMIRO, VERA SANTOS e MARIA FALCÃO (estagiária)
Apoio dramatúrgico: RAQUELS.
Cenografia: CRISTÓVÃO NETO
Desenho de Luz MÁRIO BESSA
Música: PEDRO ‘PEIXE’ CARDOSO

Uma co-produção: Ace Teatro do Bolhão, Teatro Municipal de Bragança e Teatro Municipal de Vila Real.

Este trabalho integra o projeto “Algures a Nordeste” para a promoção do território cultural do Nordeste português e contou com o apoio do Centro de Fotografia Georges Dussaud, da comunidade (Universidade Sénior de Bragança e outros) e do Espaço Miguel Torga em S. Martinho de Anta.