JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO (Teatro Diogo Bernardes, Ponte de Lima)

| by | Blog | 0 comments:

A peça “Jardim zoológico de vidro” (The Glass Menagerie), de Tennessee Williams, com encenação de Jorge Silva Melo, em digressão pelo país, subiu, no dia 8 de Dezembro, ao palco do Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima.

Jardim zoológico de vidro decorre na década de 1930, com os Estado Unidos mergulhados na Grande Depressão, e traz à cena as disfunções da sociedade por meio de crises pessoais e familiares, onde contracenam Tom, o narrador, poeta desejoso de aventura, que nos tempos livres escreve poemas nas tampas das caixas de sapatos que vende, a mãe Amanda, a introvertida irmã Laura e o seu potencial pretendente Jim O’Connor.

Esta peça foi o primeiro êxito de Tennessee Williams na Broadway e é,  talvez, a mais biográfica escrita pelo autor. “Williams foi buscar para o teatro os processos narrativos que o cinema dos anos 40 tinha inventado: a figura do narrador, a voz off, o flashback, as legendas… nesta peça está tudo o que viria a ser o teatro americano depois da guerra e também todo o realismo europeu no teatro e no cinema”, nota Jorge Silva Melo, diretor artístico dos Artistas Unidos.

 

Tal como nos diz a personagem Tom: Hoje em dia o mundo é atravessado por relâmpagos que o iluminam! Apaga as velas, Laura – e adeus…

Ficha Técnica:

Autor: Tennessee Williams
Tradução: José Miguel Silva
Intérpretes: Isabel Munoz Cardoso, João Pedro Mamede, José Mata/Guilherme Gomes e Vânia Rodrigues
Cenografia e Figurinos: Rita Lopes, Alves Luz, Pedro Domingos
Coordenação Técnica: João Chicó
Produção executiva: João Meireles
Assistência de Encenação: António Simão
Encenação: Jorge Silva Melo
Produção: Artistas Unidos