“A Fada Oriana” (Teatro Diogo Bernardes, Ponte de Lima)

| by | Blog | 0 comments:

Lembram-se de Oriana, a fada boa que tem como missão zelar por uma floresta, curando árvores adoentadas, ajudando os mais pobres e visitando o poeta, a única pessoa crescida a quem podia aparecer? A fada que graças a um peixe elogioso ficou deslumbrada pela sua imagem reflectida no espelho, esquecendo a sua promessa de cuidar de todos os que vivem na floresta e da qual é guardiã. Sem cuidados, a floresta secou, os animais fugiram para os montes e os homens para as cidades, e a rainha das fadas, como punição, privou-a dos seus poderes, retirando-lhe a varinha de condão e as asas.

No dia 14 de Abril, o Teatro Diogo Bernardes de Ponte de Lima recebeu duas sessões da peça “A Fada Oriana” da Academia Contemporânea do Espectáculo | Teatro do Bolhão, que a encenadora e coreógrafa Joana Providência criou a partir do livro infantil homónimo escrito por Sophia de Mello Breyner Andresen, em 1958.

Com uma forte componente visual, o espetáculo cruza várias linguagens artísticas, articulando o trabalho físico dos intérpretes com diversos recursos teatrais, como marionetas, vídeo e sombras.

A Fada Oriana é interpretada por Beatriz Frutuoso, Joana Mont’Alverne, Mafalda Pinto Correia e Sandra Salomé.